Mundo

Governo Japonês sugere Premium Friday para fortalecer economia e dar descanso aos trabalhadores

A Terra do Sol Nascente sempre surpreende, seja pela qualidade na educação, desenvolvimento tecnológico, ou algumas extravagancias culturais que não são muito comuns aqui no ocidente. A Verdade é que em vários aspectos o Japão é exemplo para o resto do mundo. Mostrou que a educação é fundamentas para a construção de uma Nação educada e rica.  O País foi reconstruído após ser devastado por guerras, e a reconstrução foi feita com investimentos pesados na área da educação principalmente.

Apesar disso, o Japão também é um lugar onde se trabalha muito. Não é muito raro ouvir relatos de pessoas que chegam ao esgotamento físico ou psicológico devido a longas jornadas de trabalho.

Sendo assim, a sexta-feira (24) está sendo marcada pelo início da Premium Friday, um projeto que o governo japonês vem planejando há meses com o objetivo de melhorar as condições de trabalho e aquecer a economia.

O governo instruiu empresas a liberarem os seus funcionários às 15h, com a finalidade de dar a chance aos trabalhadores de relaxar e aproveitar o tempo livre com viagens, passeios, compras e restaurantes, aumentando assim o consumo.

A Premium Friday será colocada em prática na última sexta-feira de cada mês. De acordo com uma reportagem da emissora NHK, para este primeiro dia, mais de 4 mil setores de vendas solicitaram ao governo o uso da logomarca do programa.

Uma expectativa importante do governo é garantir o descanso dos trabalhadores e a redução do estresse, prevenindo assim casos de depressão e suicídio de funcionários esgotados.

Este assunto passou a ser discutido intensamente na sociedade e no governo japonês após o caso da agência de publicidade Dentsu, que registrou o suicídio de uma funcionária de 24 anos por excesso de trabalho e a renúncia do presidente da empresa como consequência da repercussão no país.

Agora precismos saber se o pais inteiro realmente seguiu a instrução do governo e se obteve bons resultados econômicos e satisfação dos trabalhadores.

E se tudo ocorreu bem, que sirva de exemplo para o governo brasileiro, nada mal ter um descanso a mais né.

Comentários

Melhores da Semana

Subir